Rede Saúde Total

Outubro Rosa: Teste genético no combate ao Câncer de Mama

outubro-rosa-2

Caso a mulher tenha uma alteração genética nos genes associados à doença o risco de desenvolvê-la é nove vezes maior do que o da média da população geral

O mês de Outubro é marcado pelas campanhas anuais de conscientização, prevenção e alerta para o diagnóstico precoce do câncer de mama. No Brasil, esse tipo de câncer é o segundo mais comum entre as mulheres. De acordo com o INCA, Instituto Nacional do Câncer, estimam-se 198.840 novos casos da doença de 2020 a 2022. E você sabia que ele pode ser genético?

Embora não exista uma única causa específica para o desenvolvimento da doença, é sabido cientificamente que quando há uma mutação nos genes que compõem o DNA de cada indivíduo as chances de desenvolver a enfermidade são ainda maiores. Cerca de 5% dos casos de Câncer de Mama e Ovário são causados por alterações genéticas.

Um levantamento da Sociedade Brasileira de Mastologia revelou que uma em cada 12 mulheres terá um tumor nas mamas até os 90 anos de idade. O risco sobe para 72%, se houver uma alteração no BRCA1 (enquanto na população em geral é de cerca de 9%); e para 69%, caso haja uma variante no BRCA2. Como trata-se de uma predisposição para doença genética, se a mulher apresenta uma variação em um dos dois genes, há 50% de chance de outra pessoa da família de primeiro grau ter a doença.

Já o estudo da Universidade Queen Mary, de Londres, publicado na revista científica Cancers, estima que identificar mutações genéticas poderia prevenir entre 2.319 e 2.666 casos de câncer de mama a cada 1 milhão de mulheres.

“Ou seja, conhecer essa predisposição o quanto antes pode ser considerado uma oportunidade de vida e não uma sentença de morte, já que essa informação permite agir na hora certa e ter diferentes possibilidade para um diagnóstico precoce, se for o caso – o que aumenta a taxa de sucesso no tratamento e de cura”, comenta Cesário Martins, diretor do meuDNA, healthtech de mapeamento genético.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *