Rede Saúde Total

Outubro Rosa e a importância da prevenção do câncer de mama

cancer-de-mama

O mês de outubro chegou e a Rede Saúde Total inicia um ciclo de postagens no Blog, a respeito de uma campanha na qual possui tamanha importância: o Outubro Rosa. O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células na mama. Esse processo gera um descontrole na proliferação de células anormais que se multiplicam, formando um tumor. Por existir vários tipos de câncer de mama, a doença pode evoluir em diferentes formas. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem mais lentamente. Esses comportamentos distintos se devem as características próprias de cada tumor. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. 

De acordo com o INCA – Instituto Nacional do Câncer, há uma estimativa de 66.280 novos casos. O número de mortes é considerável. Em 2018, foram 17763 mortes, sendo 17572 mulheres e 189 homens. Podemos afirmar que esse tipo de enfermidade não apresenta só uma causa. A idade é um dos maiores fatores de risco para a doença. Cerca de quatro em cada cinco casos, ocorrem após os 50 anos. Segue abaixo um informativo sobre alguns fatores que aumentam o risco:

Fatores ambientais e comportamentaisFatores da história reprodutiva e hormonalFatores genéticos e hereditários*
Obesidade e sobrepeso após a menopausa;Primeira menstruação antes de 12 anos;História familiar de câncer de ovário;
Sedentarismo e inatividade física;Não ter tido filhos;Casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos;
Consumo de bebida alcoólica;Primeira gravidez após os 30 anos;História familiar de câncer de mama em homens;
Exposição frequente a radiações ionizantes (Raios-X).Parar de menstruar (menopausa) após os 55 anos;Alteração genética, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2.
 Uso de contraceptivos hormonais (estrogênio-progesterona); 
 Ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos. 

Para a sua prevenção, cerca de 30% dos casos podem ser evitados através da rotina de hábitos saudáveis, como praticar atividades físicas, alimentar-se de forma saudável, manter o peso corporal adequado, evitar o consumo de bebidas alcoólicas, amamentar, evitar o uso de hormônios sintéticos, como anticoncepcionais e terapias de reposição hormonal. Quando o assunto é a prevenção, o autoexame das mamas também é fundamental, com a finalidade não só de detectar o tumor, mas também para a mulher conhecer o seu corpo e ter a consciência que é uma prática normal. É preciso ter atenção caso tenha qualquer alteração, não esquecendo de entrar em contato com o médico de forma imediata. O autoexame deve ser feito uma vez por mês e a melhor época, é logo após a menstruação. As mulheres que não menstruam mais precisam ter o mesmo hábito, escolhendo um dia do mês para se auto examinarem. Durante o autoexame, é preciso procurar pelas seguintes características: deformações ou alterações no formato das mamas, abaulamentos ou retrações, feridas ao redor dos mamilos, caroços nas mamas ou axilas e secreções pelos mamilos.

A ação relacionada ao Outubro Rosa no Brasil, iniciou suas atividades no dia 2 de outubro de 2002 em São Paulo, quando um grupo de mulheres simpatizantes a causa do câncer de mama, obtiveram o apoio de empresas que iluminaram de rosa, o Mausoléu do Soldado Constitucionalista – Obelisco do Ibirapuera. A iniciativa chamou a atenção da mídia e deu início a uma campanha de peso no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *